sexta-feira, 8 de outubro de 2010

TPM masculina.


Embalado pelas meninas parceiras do TPMSemanal e pelos conhecimentos científicos e práticos do convívio com mulheres por todos os lados em uma faculdade onde ser homem NÃO é normal, entrei eu em parafusos. Eu sinto as mesmas coisas em uma certa frequência relativamente estável, mas tenho pingulin, Márcia. Como lidar? Seria eu um anjo? Assexuado? Seria por isso que meu nome é esse aí, Gabriel? Seria eu uma Sookie Stackhouse? 

Vamos lá. Primeiro de tudo: o calor que eu sinto é 47 vezes maior que o das pessoas à minha volta. Transpiro demais por coisa boba. Nervosismo sempre. Ok, acho que mulheres não são tão calorentas assim na TPM quanto eu. Me corrijam se eu estiver errado.
Segundo, minhas variações de humor. São bem recorrentes e têm uma certa frequência. Não vêm a cada 28 dias mas pelo menos uma vez por mês eu tenho vontade de chorar, bater, brigar, me isolar, dormir infinitos ou discutir por coisas bobas. Pode ser tudo junto ou em doses homeopáticas, o fato é que sempre vem. Mas como eu sou aquele que sempre faz piada, acabo transbordando tudo isso em humor sem sentido. Portanto, se você algum dia me vir fazendo piadas bem babacas e sem graça alguma, saiba que eu não estou bem, estou todo trabalhado no disfarce.
Terceiro, menstruação. Ê, eu não tenho sangramento. Meu lado feminino nesse ponto é macho pra caralho.
Quarto: crises que vêm do nada. Sim, geralmente elas são nostálgicas e basta uma brisa que eu perceba de forma diferente, basta eu ver uma mãe e um filho andando pelas ruas que a nostalgia ataca. E geralmente vem forte. Estou passando por uma dessas agora e isso foi o motivo que me fez comentar sobre o assunto por aqui. AMO quebrar tabus. Voltando da faculdade, entrei em crise, coisa de 10 minutos, dentro do ônibus. Por sorte, o ônibus era seleto, um microonibus com ar condicionado e sem lotação. Pude deixar escapar uma lágrima depois que senti o sol se pôr (sim, gay, mas é o que aconteceu) sem ninguém perceber.
O fato é que tudo isso pode ser balela para vocês meninas, "alá, Gabriel tá louco de pedra falando que tem TPM", vocês podem não sentir nada disso que eu sinto, mas EU SEI QUE EU TENHO MEU PRÓPRIO MOMENTO DE DISTÚRBIO HORMONAL, mesmo isso parecendo mais um distúrbio psíquico. Ok, É UM DISTÚRBIO PSÍQUICO. Se minha professora de Psicologia na faculdade estivesse aqui agora, ela falaria que isso tudo significa que na sua infância vocêzzzzzzzzZZZZZZZZZZZZZZZZzzz. O legal de qualquer problema psicológico é que tudo pode ser explicado subjetivamente por algo que te aconteceu há muitos anos atrás, algo assim:

- E daí que eu não entendo porque sou tão nostálgio. Tá, até entendo, mas não sei por que essa nostalgia sempre vem do nada, e é forte pra cacete.
- Entendo, Gabriel. Você já morou em fazenda?
- Er... Não?!
- Já se perdeu dos pais? Já teve traumas com acidentes automobilísticos, mesmo que insignificantes?
- Não. Nãão.
- Já andou a cavalo?
- Sim.
Ok, isso explica tudo. O cavalo tem o simbolismo da sua vida. E nessa época em que você montava, segurar as rédeas do cavalo expressava seu enorme desejo de sempre segurar as rédeas das inúmeras situações pelas quais você sempre se viu passando, segurar as rédeas da situação que você sempre se imaginou sabendo resolver. Mas a vida sempre nos mostra outros lados e nem sempre conseguimos administrá-la bem. Daí essa nostalgia tão forte que mesmo que aparentemente não tenha ligação com esse passado equestre, leva seu inconsciente a lembrar da história e se proteger com as nostalgias, como se isso te permitisse, mesmo que emocional e sentimentalmente, ter sempre o poder nas suas mãos.
- Oi?

Em suma, meus distúrbios são mais loucura do que desvio hormonal, mas mesmo assim eu devo ter TPM, que no meu caso deve se chamar Tou Pura Maluquice.
Alguma leitora tem alguma dica que sirva pra mim, menino? Tou esperando de chá de tifuti até aula de ioga como sugestão aqui nos comentários.

6 Comentários:

CarolMoreno disse...

Ahh, Gabriel, voc é tão lindo :)

mariana ♪ disse...

@marisc95 Eu não tenho nenhuma dica, mas quando eu to assim.. nostálgica, e tal, eu choro. Eu escuto uma música, vejo um filme, sei lá, eu choro haha, e melhora. Mas eu sofro de outra coisa '-' o problema de compreender algumas coisas na vida é que você fica triste, e pensando em muitas coisas, e antes de dormir você fica tentando achar sentido para isso tudo #tenso e eu sou assim. Acho que todo mundo é um pouco assim. E sobre essa sua "TPM", lê isso aqui http://super.abril.com.br/superarquivo/2002/conteudo_120617.shtml

Mestre Zen disse...

Se essa era sua professora de faculdade, ela fede. Se essa era sua psicóloga, larga. Agora se essa esteriotipação de psicólogo foi puramente fruto da sua imaginação, você é um... acho melhor parar por aqui. ˆˆ

Nostalgia? Será?

Naisa Nayane disse...

Vá para o seu quarto, escute músicas que você gosta, vá ler um livro ! Ou convoque algum amigo seu para sair ! Faz você esquecer e passa rápido ! (ou faz você ficar ainda mais nostálgico) mas logo tudo passa !

Ahh, Gabriel, voc é tão lindo :) [2]

Anônimo disse...

Nossa, seu texto ficou excelente, cara continue escrevendo sempre!
(é sério)

Juliana Ferreira disse...

Quando eu fico assim, boto pra chorar mesmo! ._.
e depois de conversar ou rir com alguem, tudo passa. ou piora. bom no meu caso sempre choro, sou chorona mesmo :~

Ahh, Gabriel, voc é tão lindo :) [3]

Postar um comentário