sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Oulha quem está falando agoura!! =D

Já me decidi! Com meu primeiro "salário" de duzentos reales do estágio (éé... as coisas andam rápido como um soprar de ventos catastróficos, não sou mais vagabundo!) vou deixar temporariamente de lado a promessa de pagar uma garrafa de tequila para alguns amigos - tooodos maiores de dezoito, óquei? - e comprarei o novo iPod Shuffle que fala. Siiim. Um minúsculo aparelinho toca-músicas que conversa com você. Pois então, analisemos!!
Pra mim, que cresci na gerasambação das fitas K7, aquelas coisinhas de plástico que tinham Lado "A" e Lado "B" cuja fita sempre dava uma enrolada e você tinha que tirar ela do tocador, bater, assoprar a base e até mesmo rebobinar enfiando um lápis em um dos orifícios para depois rodar a engenhoca freneticamente e... Ok. Pra mim, que cresci na geração do K7 ver uma cousinha mar linda que armazena músicas e ainda te fala o nome do cantor e todas as firulas mais é algo surreal.
E falando nessa era pós Aquarius tooouda repleta de surrealidades, parei pra pensar nesse mundo modernista do qual eu involuntariamente, mas feliz, faço parte... Não é só mais somente apenas um aípóóóde que quer conversar. Tá que excluo aqui aquelas bonequinhas que vivem falando "fizsh xixi" e a Márcia Goldshukalongamontresmidth, mas estamos cercados de seres inanimados que falam coisas por aí.

Ônibus, de novo.
Como disse logo acima, cresci na era do Ka 7. E daí que vi todo um novo aparato tecnológico surgindo. Do CD prum emepetreiz foi um pulo. Juntando aqui essa onda ráitéc de nanotecnologias, não me surpreendeu muito ver um A.I. (pod) falar. Eu até esperava, sabe?
Mas hoje... tou até sem graça de contar, mas de novo, pela 758414944ª vez, estava eu dentro de um ônibus do transporte coletivo de Goiânia quando de repente...

"Próaxima paradamm... Fóarum!"

CARAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA... (teeempo!) ...AAAGLHIOOUUUUAE0/! O ÔNIBUS FAAALA!
Levei susto, olhei pra cima... A senhora no banco da frente fez menção de gritar "É couza du capetta" mas ficou pasma. Tenso. Um sujeito feliz do fundão ficou mais dois pontos à frente repetindo: "Fóarum!! Fóarum... Fóarum!". E eu ali, sem saber o que fazer. Tentei puxar assunto com a voz, mas ela não respondeu. Deve ter vergonha, né?
Ok, não é problema uma voz em um ônibus falando qual é o ponto seguinte. Nós, goianienses, já sabíamos que isso era o programado quando esses novos ônibus chegaram. Mas quem mora aqui sabe que até hoje isso nunca havia acontecido. E o pior, quando acontece, é só uma vez, em um único ponto. E então a voz se cala até o sempre, amém.
Desci do coletivo, encontrei meus amigos. Eles me deram oi e eu respondi com esse "Fóarum" que não saiu da minha cabeça no resto da tarde. E a voz continua a vaguear por entre as sinapses que percorrem meus neurônios incompreendidos. Medo.

Aí que é isso!
Aviso vocês quando finalmente conseguir comprar meu iPod que fala.
E aviso também se um dia, por algum acaso, ele puxar assunto com um dos ônibus da capital...

15 Comentários:

Pedro Carvalho disse...

PÁRA TUDOOOOOOOOOO

O ONIBUS FALA???????????????????????????????????????????????????????
Q, VEI, PELA PRIMEIRA VEZ EU ESTOU COM VONTADE DE ANDAR DE ONIBUS SÓ PRA VER ISSO! QUANDO EU VOLTAR DAQUI, NUHHHHHHHHHH (aqui eles falam tudo =/)

Anônimo disse...

Quem é o cantor ? #TiriricaFeelings QQQ

apskaposkaposkapsok

LudyTavares :) disse...

ÔNIBUUUUUUUUS FAAAAAAAAAAAAAAAALA ? *-*
que magico gente 8D

thaís coelho disse...

fiquei imaginando esse onibus falando aqui agora, kkkkkkk
"rebobinar enfiando um lápis em um dos orifícios" nooossa, ja fiz mto isso em kkkkkkkkkkkkkkkkk
muito bom o texto, gostei muito :D agora é so esperar o que mais vem pela frente né..

bjs

Luan Roger disse...

Gabriel! Me fala que linha é essa!
Chente!!! Quero andar de busfalante! Não que eu esteja carente e precisando de alguém pra conversar comigo, mas deve ser algo do tipo espantoso/interessante...

Guilherme Toscano disse...

Então quer dizer que era praqueles ônibus falarem? Juro que eu não sabia disso. E ainda bem que ainda não aconteceu comigo, eu teria me cagado todo.

Zé Abrão disse...

VÉI
O ÔNIBUS FALA!

Goianienses caipiras do carajo que somos. Se acontecesse comigo, ia achar que era Deus indicando o caminho.
Eu lembro que quando era badeco fui com minha mãe num prédio de clínicas e o elevador falava. "Primeiro andar", "Bom dia", "Sobe". Eu fiquei MUITO impressionado. Fiquei cornetando porque os outros não falavam.

Taci disse...

hahaha, que massa, ônibus falante! no interior de minas onde eu moro num tem essas modernidades não...

Pedro Lobato disse...

Graças a Deus eu fui embora de Goiânia...

mariana ♪ disse...

Nooooffa , que mágico *O* HIDHUISAHIDUHAD ônibus falante (h) nunca vi um aqui no RJ. Não tenho andado de ônibus né...

Andressa Símaro disse...

já comentei isso, mas.. tenho vontade de andar nos ônibus de goiania ( agora mais ainda ) ahhahaha =)

Ana Carolina disse...

HAHAHAHAHAHA
no prédio que eu morava o elevador falava, fiquei com muito³ medo na prineira vez que ouvi, mas depois me acostumei, o podre foi quando tinham tipo MUITAS pessoas no elevador comigo e eu fiquei segurando a porta pro bando sair e a voz infernal disse: POR FAVOR, LIBERE A PORTA.
caralhooooooo, tive uma crise de riso.
Sempre que meus amigos iam lá ficavam o dia inteiro falando que nem a mulherzinha. pqp.
só não é mais engraçado do que a mulher do metrô falando em inglês: Next stop São Francisco Xavier station.
HAHAHAH

ótimo texto Gablo.
Beijão, @CarolinaMourao

Beto disse...

Quando for a Gyn, quero ver se isto é realmente verdade... Ônibus falante, que maravilha... shaushausa

Um IPOD que fala... E eu todo feliz pq meu celular novo (que não tira foto, nem tem "Brucutú") fala as horas. kkk Eu não sei quem usa isso, mas ele fala as horas. kkk ;P
Talvez com um pouco mais de instrução ele consiga dizer meu nome e endereço quando eu ficar bebado ne?

Abraço

fabianne falcão disse...

MANOOOO, O ÔNIBUS DAQUI FALA?
Caaaaaara, eu ando de ônibus todo dia aqui em Goiânia e nunca, NUNCA, ouvi o ônibus falar. O que eu vi de mais moderno são aquelas letrinhas que ficam passando mostrando a rota do buzão, fora isso, na-da! Vai saber né!?

Anônimo disse...

Os ônibus de Curitiba falam há uns oito anos.

Postar um comentário