terça-feira, 13 de outubro de 2009

OoooOOoOoOOooOOOii! ¬¬

Tou completamente cansado. Faltam dias nas minhas horas mas mesmo assim, pelo amor que tenho a todos vocês, venho feliz escrever para esse blog super simpático. Rârs! Hoje falarei de algo que me irrita mais do que criança que se veste de gente grande. Tenho total aversão a pessoas felizes ao extremo.
Sim, pessoas que dão risadas escandalosas às 06h30 da manhã, que são capazes de te ver a 50 metros de distância, soltar um "GAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA... (5 minutos) ...AABLOOOO!!!", te abraçar, sair pulando com você e gritando "TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO DE MUNTÃO!" tiram meu sono.
Pô... Se até eu, uma das pessoas mais felizes do mundo, tenho minhas manhãs carregadas de sono e preguiça que não me permitem esboçar um sorriso 100% sincero, porque raios e trovões essas pessoas parecem tão animadas para apresentar um Bom Dia & Cia? De onde elas tiram todo esse vigor?
Nem... Não confio em gente expositiva demais. Sou mais as pessoas caladas e misteriosas do que esse povo que te conta em detalhes as agruras de riscar um fósforo para fazer o miojo sabor camarão do jantar passado. Não consigo entender esse bom humor todo, essa efusividade advinda das entranhas do Bozo que percorrem todo um corpo ávido por abraços em horários desnecessários, como quando você está sério, conversando sobre problemas familiares, e alguém vem gritando seu nome pra te abraçar:

- OOOoooOooOooOOii. Ops, atrapalho?
- Err... Um pouco, tou ocupado...
- AAAH, RELAXA, CÊ TÁ PRECISANDO BEBER, DÁÁÁ CÁ UM ABRAAAAAÇO, QUERIDO!

Galerinha agitada que não perde uma aventura.
É o que eu usualmente chamo de Síndrome da Turma de Malhação. Aquele povo que ri de qualquer coisa, brinca com qualquer situação, faz baderna saudável, toma suco e se acha descolado por gostar de abacaxi com hortelã... Uma galerinha animada e que não perde uma aventura, capaz de provocar altos agitos num clima de azaração total [/narrador da Sessão da Tarde] que me cansa profundamente.
Não que eu seja chato. Tá, sou chato sim. Mas mesmo assim tenho certeza que muitos irão concordar comigo. Não sei, mas gostaria profundamente de saber onde essas pessoas guardam os problemas delas. Ah, esse pessoal não perde dinheiro na rua não? Não perde ônibus quando mais precisa de um? Não sai mal em provas?
"Ihhulll... Tirei um e três na prova de Análise Macrobiótica em Pseudópodes, mas tudo bem! Tou feliz porque comi meu chocolate preferido hoje! AHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHHA!"
Isso só era legal no Fantasia, com aquele bando de mulher feliz e rindo pra todo um Brasil quando o participante perdia a brincadeira que valia trezentos reales.
Na vida real não funfa.
Pronto, falei.

"Você perdeu trezentos reais! Ahahahah! Mas tente de novo, quem sabe um dia você consiga?"

14 Comentários:

fabianne falcão disse...

Pessoas assim não carregam nenhum problema, mesmo que seja láaa no fundo? Não é possível! Fiquei 2 semanas de cara amarrada porque roubaram meu celular lá no terminal Praça da Bíblia, ¬¬¬' *fúria* . Na boa, falavam oi pra mim e eu respondia vai a merda, eu mandei minha mãe ir a merda cara; não precisa passar por isso pra saber o que uma mãe que vive com os nervos a flor da pele fez. *ainda bem que ela é baixinha. e eu não. muamuamuamua* (:

Guilherme Toscano disse...

Tinha uma vizinha minha que todos sabíamos quando ela estava no prédio. Ela ficava conversando com os porteiros e sua risada podia ser ouvida a quilômetros de distância. De verdade. Eu moro no quinto andar, do lado oposto da portaria e a ouvia como se ela estivesse na minha janela. Se eu me esforçasse um pouco eu conseguiria sentir a saliva pulando de sua boca. Nem, pessoas felizes demais me desanimam.

milly rebolation disse...

Nossa, tem um cara que mora do lado oposto do bloco do meu predio e eu ouço ele gritar lá do outro lado da janela:" Nathalyyyyyyyyyy" que é o nome da filha dele. ¬¬' tudo que ele conversa com o porteiro ou com a filha eu escuto do 4º andar do lado oposto!! Isso é extremamente irritante. Já cheguei ao ponto de acordar com ele gritando lá em baixo, mas eu pensei que ele estivesse no mesmo quarto que eu! Quase tive um trosso!

Da onde eles tiram tanta alegria? E o pior de tudo é que vem sempre na hora errada.Outra coisa que irrita é aquele tipo de pessoa que "brota" no msn do nada (detalhe: vc esta no status OCUPADO) e manda um enorme "OOOOOOOOOOI!", só penso "meu Deus PORQUÊ isso comigo??".

As vezes a felicidade irrita.

Taci disse...

Síndrome da Turma de Malhação, haha, muito boa descrição... odeio gente assim também. Dá preguiça de conhecer!

Zé Abrão disse...

vou te dizer: não, eu não sou uma dessas pessoas, mas já escutei coisas como "nossa, você é muito feliz, animado", coisas assim. Bueno, baseado em mim mesmo, vou te falar o que passa então. Eu não sou uma pessoa feliz. Não a maior parte do tempo. O sorriso sempre, tentar ser animado, é uma forma de enfrentar a vida, sabe, se tudo tá uma merda, expor meu mau-humor sobre os outros pra quê, saca? Então, eu acho que essas pessoas super-efusivas o que acontece é que elas na verdade são é muito tristes, provavelmente se preocupam demais e tem problemas, talvez não grandes, mas que elas tornam grandes. É uma forma defensiva creio eu e por serem tão irritantes, acho que é uma barreira muito mais alta e grossa do que as piadas do famoso "gordinho engraçado" da turma.

Ana Carolina disse...

No curso pré-vestibular que eu faço todas as pessoas são assim, e elas me conhecem desde abril e já me amam. WTF?

Isso me deixa triste =/
Tá que eu sou muito feliz, por mais que eu tenha um bilhão de problemas eu não paro de rir da piada dos outros não, mas daí a virar uma pessoa chata, não dá!
=/

Muito bom, Gablo.
Beijos
@CarolinaMourao

Luan Roger disse...

Ahh, ainda bem que existe separação de salas eu eu fui escolhido como nerd! Aff, vou te falar, viver com aqueles marmanjos que em pleno mês de outubro se comportam como crianças de 6º ano é muito difícil! Aguentar suas risadas porque estão felizes até que dá, o que num dá é ouvir todas as suas piadas 'retardadas'. Ser feliz é uma coisa, retardado é outra!
Levei meu comentário pra um lado diferente do post, mas é que eu precisava me desabafar!

ótimo post Gabriel!

Pedro Carvalho disse...

Não sei, não tenho nada contra não. Pelo contrário. Acho bacana quem passa essa felicidade toda, sei lá, meio contagiante. Não gosto é de gente feliz gritando felicidade enquanto subimos a subida (logico) de alguma montanha russa. É um momento tenso. As pessoas deveriam respeitar a concentraçao das outras que tem medo. =D

thaís coelho disse...

Ah, as vezes acho que sou assim .-. kkkk
"Síndrome da Turma de Malhação" foi muito bom, kk aconteça o que acontecer, sempre feliz kkkkkkkkkkkkkkkkk

Adorei o Post :) beijos.

thaís coelho disse...

...e outra, que video é esse, kkk essa coreografia que mais parece quadrilha, sério.
ri demais, kk

carolzinha disse...

rsrsrsamei essa sua opiião sobr]re a ''"Síndrome da Turma de Malhação"
foi 10
+ na verdade eu su dessa turma
não importa oq acontessa eu to sempre sorrindo
e amo fazer zuera d td
principalmente quando os tapados da turma tirão 3
e eu 1 10
isso é muito f...

Evy disse...

O Gabo sempre gostou do FANTASIA
ele sempre falava.....
e eu assistia qnd era criança...

hsuahsiuahsuas
tá, eu imitava na frente do espelho*

Leane disse...

Como assim Gabri? como eu fico nessa história?

Gabriel Mota disse...

A Evy e a Leane são os únicos exemplares de seres humanos que conseguiram me encher o saco com lindos abraços entoados pelo meu nome em lá maior por épocas dessa vida.
Amo as duas!
Ahahahah!
Mesmo vocês sendo tão felizes assim!

Mas é só pras duas, ok?

Postar um comentário