sábado, 17 de outubro de 2009

ÉÉééÉÉÉ... DO BRASIIIIIL!!!

Depois de séculos (ok, anos), Brasil finalmente ganhou a oportunidade de sediar uma Olimpíada. AEEEEEEEEEEEEEEE. Fernando Meirelles foi chamado pra dirigir o vídeo de apresentação do Brasil na seleção da COI em Conpenhagen, na Dinamarca. E emocionou. Lula chorou. Pelé chorou. Os emos choraram. Mas o que chorou mesmo foi a cuica (ham ham, pegou o trocadilho?) de tanto que os cariocas (e os brasileiros bem-humorados) festejaram com a vitória sobre as outras 3 cidades concorrentes. A começar com Chicago, que (chi)cagou logo de início. (ham ham, denovo...) Era a suposta maior concorrente do Brasil, mas saiu logo na primeira rodada perdendo bastante pontuação com a rejeição de seus próprios habitantes. Com essa crise toda a última coisa que eles tinham que se preocupar é com isso mesmo, tá certíssimo cambada americana loser! Tokyo, capital tecnológica que sempre temos medo de competir porque nunca chegaremos nem perto, foi a 2ª a ser eliminada. Ficamos com medo até deles terem inventado um controle remoto que destruisse o mundo com um click depois da derrota, mas não foi o caso (AINDA!). Ficou entre Brasil e Madrid. Saca, Madrid? Boooooring. Então, Brasil levou e a galera declarou em plena Praia de Copacabana: "RIO LOVES YOU". Não que seja verdade... mas né.

O que mais me irrita é a galera pseudo-cult-revolts começando a filosofar e chiar. Chiar. Eles só fazem isso: reclamar. Eles ganham um ovo de ouro e não conseguem mensurar isso... e reclamam. "Ah... um país com educação de m*, segurança de m* e saúde pública de m* promovendo um evento desses?", "Não temos cacife político pra lidar com isso" "O Rio tá comemorando a tiros a OlimPIADA, rerere", "Um país afundado na miséria mascarando um país pobre em fanfarrice carioca". Meu saco. Tenho até desânimo de conversar com esse tipo de gente. Maioria são universi(o)tários que acham que precisam ter opinião formada sobre tudo e, de preferência, negativa e pessimista sobre as coisas. Mal sabem eles a besteira que estão falando.

Preciso mesmo mencionar que a europa está como está hoje a partir da reestruturação que eventos como esse proporcionaram a ela, né? Fora isso, o fato da sede da Olimpíada 2016 ser no Brasil serve como um convite de entrada ao mundo sobre a existência de um país com potencial tão grande que está sendo descoberto só agora. Serão cerca de R$ 25 bilhões investidos nesse crescimento. Todo mundo fala em número de gasto, mas esquecem de número de emprego, de grana com turismo e de, principalmente, visibilidade às terras brasileiras que poderão ser incluidas facilmente em negócios econômicos estruturados internacionalmente. Não falam também que, com esse alto investimento, aeroportos, portos, estradas, estádios, metrôs, hotéis, malhas viárias deixaram de ser só idealizários e sairão do papel. E o melhor, o Brasil será vigiado e diretamente obrigado, aos olhos da COI, a crescer. Se isso é um benefício ou uma vergonha, não interessa. Interessa que melhorias virão e ponto. Não, a melhoria não se concentra só no estado carioca não. É melhoria pra todo mundo.

Se tem gente por aí reclamando da política ou a falta da mesma o que devem fazer é organizar uma passeata em frente ao congresso. Não misturem as coisas. Não culpem a Olimpíada. Se o Brasil ganhou é porque teve bons resultados com o Panamericano, é porque demonstrou maior interesse e maior empenho em projetos futuros de abrigo a tal evento. E se acreditam que tudo isso é balela, pelo menos em termos publicitários o Brasil tá bem a frente.

No ano de 2010 virão as eleições e essa é a hora dos rebeldes-sem-causa demonstrarem sua revolta. Não adianta de nada ter uma promessa tão promissora e um discursinho bem-feito se elegermos um Maluf da vida pra aproveitar do momento pra encher o cu de verdinha. É hora de ter um pouco mais de consciência pra saber escolher quem vai aplicar essa grana toda de forma devidamente aproveitável, porque, uma vez feito, não adianta ficar aqui chorando e chiando na internet sem argumentos bem-embasados.

13 Comentários:

Sara disse...

Tá nos EUA e tá comentando sobre o lixo/falido das olimpíadas que vão ser em 2016? MELDELS, ai eu aí no teu lugar. Com certeza não ia estar postando hahahaha :* lindofofis

Guilherme Toscano disse...

Que texto grilado!

Eu sou do grupo que acha que vai ser uma bosta, que vão roubar bilhões de reais mas que vai estar todo mundo feliz, brasil, carnaval, bundas, mulatas, pão de queijo. É isso ae.

Mas acho massa, espero que dê tudo certo, só não contem comigo pra sair de casa e ir ver alguma coisa. No máximo futebol em algum barzinho, só pela farra.

Joelma disse...

Adorei o post.
Acho que o Pedro deixou o texto pronto antes de viajar. Ou ele está sendo responsável mesmo e lembrando do blog, diretamente dos EUA?! Fica a dúvida.
Ah, senti uma alfinetada para o Toscano ai no texto. Risos.

Giselle Franco disse...

Pedro, eu gosto dos textos que você faz, mas esse em especial... eu adorei mas que todos os outros!!!
Apoio totalmente seu ponto de vista!
É realmente uma beleza o Brasil ter conquistado essa oportunidade de mostrar as riquezas que tem, e acima de tudo multiplicá-las!
Acho que devemos ficar felizes com essa conquista e pensarmos positivamente (pelo menos uma vez na vida) que as Olimpíadas de 2016 vão trazer muitas melhorias, ao invés de ficar pensando negativamente quanto a uma situação que nunca aconteceu no Brasil!
E viva Olimpíadas de 2016! Já vou reservar uma suíte no Copacabana Palace, pra ir em 2016 com meu marido! 8)

Giselle Franco disse...

ps.: "... eu adorei mas** que todos os outros!!!"

é 'mais' e não 'mas'.

=)
errei, perdão.

Taciane B. disse...

ah, ok, concordo com você que o desenvolvimento virá, empregos, e que é sim a chance da gente mostrar para o mundo que tem mesmo potencial pra isso tudo, coisa que eu também acredito.
Mas o fato é bem esse mesmo, a política. Pra corrupção é uma mão cheia esse tanto de obras sendo feitas e os Malufs de plantão roubarem muita grana. Espero sinceramente que as pessoas saibam votar em 2010 e em 2014.

thaís coelho disse...

Belo texto, gostei muito :D

na hora que anuncio eu tava dormindo e acordei com o povo aqui em casa gritando D:

Luan Roger disse...

Grande Pedro! Belíssimo post! Comungamos da mesma opinião que estes 'do contra' não sabem o que falam, peçamos perdão a Deus por eles!

Ahh, é verdade! Vem aí as eleições, a primeira que eu vou votar!

fabianne falcão disse...

É claro que um evento desse tamanho pode fazer um país crescer. Não sou do contra, mas tenho um pé atrás, pois a situação do Brasil é delicada. Péssimos políticos não fazem um país crescer, não é mesmo?! Ou votamos certo ou nos ferramos em 2014 e 2016, dois grandes eventos que podem mudar o país, pra melhor ou pior. Boa sorte pra gente.

Zé Abrão disse...

eu também sou do grupo que não achei uma boa então nem vou falar nada. Seu texto ficou muito legal e expressou bem sua opinião, mas sem querer ser chato, quero um sobre suas aventuras nos EUA xD

Álvaro Machado disse...

Achei muito interessante o blog. Estou o vendo pela primeira vez.
Achei impressionante a força do seu argumento, Pedro. Contudo, achei meio radical. Radicalismos tanto com otimismo quanto com negativismo não costumam ser muito precisos.
Com certeza, benefícios turísticos chegarão ao país; mas, por mais que o Brasil sedie eventos desse porte, melhorias contundentes não ocorrerão só com isso, já que esses eventos estão mais para consequências do que causas do desenvolvimento.
O que os acontecimentos mostram é que o Brasil(Governo)só se preocupa em melhorias sérias quando isso envolve algum tipo de reconhecimento do resto do mundo. As mudanças deveriam acontecer antes mesmo de qualquer Olimpíada, PanAmericano, Copa, mÂrs.
Ou seja, o que irrita mesmo não são as Olimpíadas, mas sim o fato de que esse será mais um alvo pra corrupção.
De qualquer maneira, parabéns pro Brasil. Eventos como esse são privilégios.

Raoní Rabelo disse...

então vamos lá... sempre falamos de olimpíadas e batemos no peito que somos a sede das olimíadas de 2016 e que vai ser tudodbom.com.br, bom, bom vai ser sim, pois os milionários de plantão não vão precisar ir pra europa assistir a um jogo, nós pobres mortais poderemos assistir a um jogo sem meu Deus entrar no limite do cartão, perfeito, benefícios sim, serão criados pois o pais tem que se estruturar muito no sentido infraestrutura, porém, vamos analisar economicamente falando... quando construímos Brasília (gosto de falar sobre isso) oq nos aconteceu? ficamos mais de 40 anos enfrentando grandes zeros no dinheiro.. oq é isso? inflação! pq? pq nós gastamos muito, colocamos muito dinheiro na praça (emissão de moeda) para custear a construção, modificamos milhões de estilos de vida para construir a novacap, iai? oq acontece? o Brasil se afoga em dívidas no exterior para se reestruturar econimicamente, isso pq a economia na época era complicada, pois havia gente de menos pra dinheiro demais, oq o governo fez? fechou as fronteiras e falou, aqui não, as indústrias não podem vender aqui dentro pq os produtores não conseguem suprir a demanda interna.. inflação denovo... e com ela vem a velha e tão combatida desigualdade social, pois bem, verificado o problema de brasília, coloquemos isso não como exemplo hoje, pois hoje nós temos capital aberto, câmbio flutuante e tudo mais, mas, onde vamos buscar esse dinheiro? nos cofres públicos? não, no exterior, e sabe oq vai acontecer? vamos intupir novamente o país com dinheiro que "não é nosso" e a dívida externa vollllta a assombrar o país, minha gente, o país precisa é de investimento em TUDO, em todas as áreas, não é só na infraestrutura ou no turismo ou até mesmo na quantidade de água de coco ou de comida que vai vender em alguns dias?! meses? hum, num sei, pois bem, depois que passar a olimpíada e o seu salário não der pra comprar a comida e a água de côco, quero ver quem vai bater no peito e falar que é bom demais sediar a olimpíada.... um bjo pra todos e seja oq Deus quiser!

Beto disse...

Eu sou do grupo que acha que vai ser uma bosta, que vão roubar bilhões de reais mas que vai estar todo mundo feliz, brasil, carnaval, bundas, mulatas, pão de queijo. É isso ae. [2]

Também vou ver alguma coisa só da TV em algum barzinho. hehehe

Abraço!

Postar um comentário