quinta-feira, 8 de abril de 2010

Amigos, amigos. Negócios à parte.

Esse texto surgiu de uma conversa entre eu, Pedro e Zé Abrão, leitor do blog que estuda na mesma faculdade que a gente e nos encontrou esses dias de manhã por lá. Zé Abrão é um pseudojornalista, assim como nós. Todos nós. =)

Tenho pra mim que amizades são coisas incríveis. Mas vamos definir amizade, povo feliz? Falo daqueles amigos que quebram as barreiras de se chamarem de irmãos, logo depois de quebrar as barreiras de chamar as mães dos amigos-irmãos de tias, ou pior: de mães. Err... Enfim.
E amigos assim compartilham intimidades únicas que só boas amizades permitem: cirurgias de fimose empréstimos de dinheiro. Coisa pouca, pro lanchinho no intervalo da faculdade, pro chopp a mais no bar, pro passe de ônibus... Até aí tudo bem. Mas logo a intimidade vira festa e seu amigo pede emprestado seu cartão de crédito pra comprar aqueeeeeele presente praqueeeela pessoa especial que, no caso, nunca é você.
Ok, sem extremos, mas aí é que tá [expressões interioranas], chega a hora de cobrar, porque o seu amigo não lembra de pagar. Ou melhor, lembra sim, mas nunca quando tem dinheiro. Algo como "PUTA VELHO TOU TE DEVENDO DEZESSETE DINHEIROS NÉ? ME LEMBRA DEPOIS DE TE PAGAR PORQUE O DINHEIRO QUE EU TENHO AQUI É PRA COMER NA SUBWAY." E você lá, meio sem graça, meio sem jeito no "Ah, relaxa, amigo. Me paga isso depois... Nem tava precisando mesmo por agora".
Realmente, amigo que é amigo se apega a algum dos extremos: ou cobra todo dia, ou finge que nada aconteceu e espera a boa vontade do companheiro de banco imobiliário. Prazer, eu me encaixo no segundo caso.
"Mas então, tio Gabriel, conte-nos sua história... O que fazemos em situações assim para que não precisemos levar o problema pro Casos de Família?" Calma, tio Gabriel tem a solução, ou não.

Opção um (para iniciantes): Você, cordialmente, lembra seu amigo que ele te deve na hora em que vão almoçar juntos. É fácil. Na boca do caixa você solta um "Quem vai pagar meu prato é ele, porque né, amigo? Você me deve... Aproveita e paga agora porque eu tou sem dinheiros". Uma pegada no ombro não é válida porque pode significar ironia da sua parte e, convenhamos, ninguém está sendo irônico aqui.
Opção dois (nível intermediário): Quando você está na faculdade e finge que estuda, uma boa saída para cobrar de amigos é a xerox. Seu amigo inocentemente comenta que vai tirar xerox do texto de eneentas páginas pra aula de amanhã e você apenas sorri e diz: "Aproveita e tira uma cópia pra mim. Assim a gente acaba com aquela dívida que temos. Você paga minha xerox e fica tudo bem! Amigo!"
Opção três (nível profissional): O shopping!! O melhor lugar do mundo para cobrar de amigos e ainda sair por cima. Sabe o que você faz? Primeiro, certifique-se que seu amigo tem dinheiro ali, naquele momento. Depois vá passeando pelos corredores até que "Oh, que camiseta foda!" Vá entrando na loja e diga: "Me empresta um dinheiro aí, esqueci minha carteira em casa... Depois te pago e aproveito para descontar aqueles Reales que você me deve, lembra?" e, fim, você repassa a situação constrangedora para o seu amigo, que vai sentir na pele o que é ter que cobrar do outro.

Agora, se nenhuma dessas funcionar, temos a
Opção quatro - o grande cara de pau: Aproveite que você tem um blog e no seu dia de postar, crie um texto que aborde o assunto "cobrança" e aproveite para dar o toque para aqueles seus amigos esquecidos:

"Toscano e PV, a fatura do meu cartão vence na semana que vem e vocês me devem o dinheiro para pagar o domínio do risosponto.com.br!"

Risos!

11 Comentários:

Guilherme Toscano disse...

CARALHO, VELHO. QUE ONDA ERRADA. TO TE DEVENDO 60 CENTAVOS SÓ E VOCÊ FAZ ISSO COMIGO, MANDOU MALZAÇO HEIN!


DKPSAGIOSDJKGIOSDJ Eu ri aqui, sérião. Amanhã eu te pago o que falta. =***

Gabriel Mota disse...

(↑) Viu? surtiu efeito!

AHAHAHAHAHAHAHAHA!

Anônimo disse...

ahuoeaiuehaiuehaiuehaiuheiauehaiuheiauheiuaheiuaheiuaheiuaheiuaheiauheiuaehiuaeeoaehoaiueh nem preciso comentar, né?

Maria Luisa disse...

acho q o melhor msm e a segunda opçao, mto facil de ser praticada!kkkk
eh a atitude surtiu efeito msm Gabriel!
mto esperto vc!

Leane disse...

kkkkkkkkkk...
booua Gabri!
O problema é qnd seu amigo é mais cara de pau que vc! e já fala logo: "não vou pagar!"
o que se faz nessa hora?

Zé Abrão disse...

ae ae, boa mesmo!
legal, fui citado xD
só espero que a cobrança não gere tretas, coisa que muitas vezes acontece.

Naisa Nayane disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
MORRI !! principalmente com os 0,60 do Toscano !!

[quefofoospassesdeonibus,anápolisépodre!]

Andréa disse...

Ri litros aqui...Dever pra pobre é PHODA!
Na próxima encarnação quero poder um cartão platinum sem limite de crédito pra todos meus amigos pobres.

Na boa, eu só devo pra C&A e pra RENNER. Ser pobre é uma merda.

Tamara disse...

ahUAHUhauHHAuhahAU.. que situação constrangedoura!

Se é pouca coisa, MAIS OU MENOS, 0,60 centavos, eu nem cobro.. mas se faltar 0,60 pro meu lanchinhoo.. aí eu vou atrás da pessoa na hora xD
USHUHSuhsuHSUhsuhUSHUhsu

Boaas dicas, vou usá-las.
A da xeroox principalmente >.<

IsaPriore disse...

"Toscano e PV, a fatura do meu cartão vence na semana que vem e vocês me devem o dinheiro para pagar o domínio do risosponto.com.br!"
KKKKKKKKKKKKKKKK MORRI
Dever pros outros, que coisa feia... Mandar indiretas com seu blog, que coisa genialmente feia KKKK
Muuuuuito bom! O legal é que eu sempre sou a caloteira -n

Jǿtнล.¢ (ADM) disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ri litros hahahahahaha

devo pra um amigo a mais de 4 anos ja uns 20 reais ele ainda tem cara de pau de me cobra --'
UAHSUASHAUS o blog ta cada vez melhor parabens galerinha !

Postar um comentário