segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Tirar a Carteira de Motorista

Uma coisa que todos os jovens almejam é finalmente chegar a maioridade (os aclamados 18 aninhos) para poderem tirar suas carteiras de motorista e sair por aí arrasando nas pistas de suas respectivas cidades. Mas as coisas não são tão fáceis quanto gostaríamos que fosse. Primeiro que o processo é caro pra caralho. Sério, seu pai vai ter que investir milhões de reais pra pagar processo, aulas teóricas, aulas práticas, testes teóricos, aulas, testes práticos, retestes, etc. Tudo isso custa muito caro. Então você tem que fazer 18 anos e ter muito dinheiro. Vamos fingir que você tem o dinheiro aí sobrando e que tá tudo bem ( e que você não esperou dois anos pra conseguir o dinheiro) e você abriu o processo. Vamos lá:

- As Aulas Teóricas.

Primeiro, não existe um horário bom pra essas aulas. Quer dizer, poderia existir, mas eles colocam os piores horários nas piores datas possíveis. Fins de semana inteiros, noites perdidas, tardes quentes, manhãs insuportáveis. Gente feia de todos os estilos e idades. Como essas aulas são para todos, tem pessoas de todas as esferas sociais e estilos. Na minha sala (além dos peões, afinal, não posso esquecer que estou em Goiânia), tinha uma menina que morava no japão e não entendia as piadas que os professores contavam, tinha um sujeito de dois metros (de largura) que fedia como um porco, tinha um cara que perdeu o dedo andando de bicicleta, enfim, todos os tipos de pessoas. E os professores são pequenos humoristas stand-up (menos um lá que tinha acabado de ser largado pela esposa, mas por suas ações nós víamos que em outros tempos ele seria como os outros), todo nos ensinando em qual faixa devemos andar, como agir em caso de acidente com vazamento de combustível (fumar no local para relaxar NÃO é um opção), quais são as partes do carro, fundamentos técnicos de mecânica (a big bag full of shit, porque se eu dependesse desse curso eu não saberia nem trocar o pneu de um carro) e outras coisas que não são realmente importantes. O essencial é que eles te contam todas as perguntas que vão cair na prova teórica então é praticamente impossível reprovar na prova, porque existem mil manuais nas bancas de revistas com as respostas, e você acaba respondendo tudo de novo. Interessante nessas aulas é que muita gente vai nela de carro ou moto. OI? E eu achando que eles estavam lá para tirar carteira (ou recuperar a carteira suspensa), SUPONHO que eles não deveriam estar dirigindo.

- As Aulas Práticas.

Agora tem aquelas pessoas que já sabem dirigir pra caralho, faz uns esquemas pra num fazer as aulas, fazem a prova, passam e vão pro abraço. Tem aquelas outras que acham dirigem pra caralho, faz só o mínimo necessário de aulas, fazem a prova e... reprovam. E tem aquelas (como eu) que não sabem dirigir porra nenhuma, nem sabem a real utilidade do câmbio e da embreagem para o funcionamento do carro e vão aprender tudo lá com o instrutor. Muita atenção, muita coisa pra lembrar, muita coordenação motora. Dirigir não é fácil, sério mesmo. A galera no trânsito é imbecil, todo mundo querendo matar todo mundo e você tem que tomar cuidado pra não matar ninguém. Depois que você aprende o básico, você vai pras ruas assombrar os motoristas de ônibus e camionetes mal humorados e aprender a dirigir na VERDA. Até aí tudo bem, o problema é na hora da prova prática. Em Goiânia, a prova prática consiste em um pista interna do Detran, onde fazemos rampa e baliza, e depois um circuito externo, nas ruas mesmo. O pesadelo de muitos, a rampa e a baliza, é piorado pois, qualquer erro de seta, ou de embreagem, soma-se ponto na prova e você pode fazer no máximo 3 pontos se quiser ser aprovado. Uma seta que cair e você não ver você já perdeu três pontos, amigo. Ou seja, qualquer erro é fatal. Existem pessoas que tentam 3, 6, 9 vezes até que finalmente é aprovado, ou seja, a prova aqui é tensa. Bombar na primeira tentativa já é o esperado, então não se desespere. O preço do reteste (e das aulas que você faz para se preparar melhor) pesa, mas no final, o sabor de ter conseguido finalmente ser aprovado é melhor do que ganhar um prêmio Nobel da Paz (ok, não sei se é).

E porque tudo isso? Além de querer mostrar pra vocês que não é só fazer festinha de aniversário pra completar a maioridade que vocês receberão sua CNH (carteria nacional de habilitação) pelos correios de presente do governo, tem todo um processo longo chato e sofrido. Além disso, eu vim aqui pra dizer que sábado passado eu fiz minha quarta e prova e finalmente fui aprovado. Fiquei mais feliz do que dos quatro vestibulares que eu fiz (e aprovado nos quatro), liguei pra minha vó, meu cachorro, meu porteiro. Foi um processo dificil, seis meses de aula, 4 tentativas, mil aulas, mil dinheiros. Foi foda, mas passei. Obrigado pelo apoio.

10 Comentários:

pedrovitor disse...

"Tem aquelas outras que acham dirigem pra caralho, faz só o mínimo necessário de aulas, fazem a prova e... reprovam."

Essa parte foi pra mim.
Cinto fela-da-pouta.

Taciane B. disse...

"o sabor de ter conseguido finalmente ser aprovado é melhor do que ganhar um prêmio Nobel da Paz"
aaaai, quero essa sensação :D

flayanne c. disse...

Tô indo pra segunda tentativa ;x tenso!
O blog tá otémo Toscano o//

mariana ♪ disse...

valeu Toscano, acabou com meu sonho de fazer 18 anos pra dirigir u_u HIUDFHDSUFHSIUFHSDIFUHDSFUI tenso.

Gabriel Mota disse...

Oi, meu nome é Gabriel, tenho vinte e um anos e não sei dirigir, Máucia!"

thaís coelho disse...

"Tem aquelas outras que acham dirigem pra caralho, faz só o mínimo necessário de aulas, fazem a prova e... reprovam."
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Priscilla disse...

"valeu Toscano, acabou com meu sonho de fazer 18 anos pra dirigir u_u HIUDFHDSUFHSIUFHSDIFUHDSFUI tenso."[2]
Acho que nem vou continuar com as aulas, HUAHSUAHSUHA

Beto disse...

Eh, parabéns. kkk

Mas que é difícil pra caralho, isso é mesmo...
Além de que as aulas teóricas são um saco!

Abraço!

Anônimo disse...

E verdade ,comigo foi assim eu fiz so uma aula de carro e duas de moto,reprovei na primeira nas duas,mas não desisti e passei na segunda nas duas e agora vou tirar a Carteira D e vou cumprir tudo que manda a lei,é o melhor que temos que fazer,se dirigir bem fosse garantia de passar no exame no Detran ,não haveria auto escola.

Anônimo disse...

Parece que me vejo em cada linha escrita aí kkkkk
eu ainda bem passei de primeira no carro, unca dirigi e 'decorei' o percurso....
meu pesadelo foi a moto, ando já a cinco anos, peguei 4 aulas só p conhecer o percurso e...me ferrei, andei com o descanso baixado, pus o pé no chão...resumindo, sou a única pessoa q eu 'conheço' q até hj reprovou de moto! RIDÍCULO KKKKK

Postar um comentário