domingo, 1 de novembro de 2009

Oi? 3º Milênio?

Se segure aí na sua cadeirinha em frente ao PC. Vamos fazer uma viagem ao futuro da capital que deseja despontar no cenário nacional – e mundial – como referência em turismo. Já que Goiânia não tem praia (exceto o Shopping Flamboyant, porque “O Flamboyant é a nossa praia”. Risos.) e levando em conta que sertanejo vai pro mundo e pequi não sustenta turismo de lugar algum, apresento-lhes hoje um marco na arquitetura da capital de Goiás. Não falo aqui dos prédios art-decó dos velhos tempos e nem dos monumentos fálicos encravados em pontos de vai e vem [/ui] de carros. É algo mais grandioso. Maior até que qualquer projeto semelhante às águas termais de nosso querido Hot Park.
Mostrarei então a vocês o que alguns políticos goianienses andam chamando de Goiânia 3º Milênio [cof, cof]. Trata-se de um projeto de pólo turístico grandioso, como já citado acima, onde seriam construídos na capital goiana, próximo a uma grande represa para captação e distribuição de água à crescente população da cidade (que já está em construção) um centro comercial, loteamentos, chácaras, parques natural, aquático, agropecuário e de diversões, hotéis, zoológico, museu, marina (?), área poliesportiva, haras, teleféricos e mirantes. Parece até propaganda de prêmios da Tele Sena né?
Sim. É um projeto pra frentex!, sem dúvidas. O que a gente duvida mesmo é que ele saia realmente do papel. Até porque ele seria construído na Barragem do João Leite, que está em construção há uma porrada de anos. [credibilidade] Fotos de satélite datadas de 4 de Junho de 2009 mostram que a obra encontra-se leeenta [/credibilidade]. Quero deixar claro que acredito muito no projeto do senhor Euler de Morais – e passei a acreditar mais ainda depois que fiquei sabendo que empresários árabes querem patrocinar grande parte do empreendimento. Mas como meu papel nesse blog sempre foi ser o chato reclamão e irônico, vamos às piadinhas...
Esse povo pensa pequeno demais. É só uma barragem, gente. Grandioso esse projeto seria se fosse aberto um canal que atravessaria Minas Gerais e São Paulo, chegando até o mar, trazendo-o para nossas excêntricas colegas árvores retorcidas. Mudaríamos a geografia do Centro-Oeste do Brasil. E teríamos mar! Êêê. E mais desculpas para não fazermos nada no meio da semana!!
Por conta do parque de diversões temático tem gente dizendo que essa seria a Disneylândia do Cerrado. Ok, contando que nosso mascote não fosse um ser amarelo de cheiro forte e que possui espinhos potentes em seu interior, capazes de destruir a língua de glutões desavisados. Sei lá, bota aí um mascote mais característico, um sanduíche feliz com braços e pernas, para lembrar aos turistas que em Goiânia existem ruas em pit-dogs. Reversal Russa mode OFF.
Finalmente um Zoo de verdade né? Porque aqui é assim, o zoológico era (porque fechou) bem no centro da cidade. Ali, onde urubus disputavam espaço com prédios grandões... E daí que fazíamos uma festa para receber as duas girafas novas da reserva. A cidade parou, o trânsito parou (ok, ele para sempre, mas...), os bichinhos chegaram felizes. A goianada em peso foi vê-los porque a gente é acostumado a ver só galinha e vaca. E daí que as doces girafas morreram. Assim como morreram outros cerca de 70 animais por conta do precário espaço físico do local.
O grande chamariz do projeto é seu cunho ambiental para a cidade com maior área verde por habitante do país. Olha que interessante: um projeto ambiental grandioso que habitaria em seu interior o parque agropecuário e um espaço para feiras e eventos de grande porte. Isso equivale a barulho, sujeira e poluição. Tudo do lado da represa que fornecerá água para boa parte da cidade. Aah, campeão! Sucesso, em?
Enfim. Vou deixar de ser chato. Projeto louvável, não me canso de dizer. Mas se a cidade não conseguiu convencer nem a comissão da Copa com ele, como saberemos se irá mesmo virar realidade? O fato é que as notícias nunca saem disso e que goiano não sabe se expressar direito. Tudo aqui é criticado por nós mesmos. Poucos são os que acreditam nele e muitas vezes são ridicularizados por isso. Não se trata de contradição eu dizer isso depois de muitas brincadeirinhas ali em cima, meus caros. Mas só quis mostrar para vocês como funciona um lado negativo dessa cidade que eu ando aprendendo a amar: essa nossa mania de nos sentirmos poderosos, finos, ricos e superiores por dizermos que somos quase uma Europa brasileira por sentimos frio de 20°, quando na verdade passamos horas atochados num calor de quase 40 do fim de tarde de um trânsito goianiense.

7 Comentários:

Guilherme Toscano disse...

Velho, que texto sensacional! Não esperava, de verdade. Não tinha a mínima idéia desse projeto "Goiânia 3º Milênio"! Parque temático? Shopping Center? Zoológico? Tentamos construir um espaço pra eventos com cinema e biblioteca e não conseguimos e eles acham que vão conseguir botar uma parada dessa pra frente. Goiânia se acha muito maior do que é mesmo...

Débora S. disse...

Moro em Brasília e fui em Goiânia uma vez, é meio assustador as coisas por aí. Mas acredito que esse projeto sai sim, afinal estamos perto das eleições... político faz de tudo pra ficar no poder. :D

ótimo texto *:

Pedro Carvalho disse...

Isso me faz acreditar que vai existir mais uma zona da cidade que vai ser valorizada, assim como aquele Parque Flamboyant who. Sei lá, sem a pressão que a capital poderia ter por sediar a Copa do Mundo acredito que isso não saia do papel não. Opinião minha.

fabianne falcão disse...

mano, acho que nao sai nao. olha la o centro cultural oscar niemeyer. ta la ate hoje, obra incompleta. ¬¬¬' ate parece que esse tal de goiania 3º milênio [cof cof] vai sair. esperem sentados! goiania precisa de tanta coisa e esses fdp fazem obras pra povo rico. VSF tbm. o HUGO ta um lixo, escolas públicas tbm, na boa, vou fazer igual o pedro e ir pra terra do tio sam. so rico tem vez nesse país.

Zé Abrão disse...

batuta

Beto disse...

É, acho que Goiânia tem outras prioridades nesse momento...
Mas vamos esperar pra ver o que fazem né?

Abraço!

Irregulares disse...

Concerteza não sai do papel, estamos todos acostumados com isso,perdemos lugar até para Cuiabá(nada contra,mas não diria q é melhor).
Mas.Ok.Achei super legal o texto e todo o blog.Estão de parabéns(realmente).

Abraços.

Postar um comentário